"Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim" (Jo 14:6)

terça-feira, 30 de maio de 2017

A metamorfose - Mt 25:31-34,41


Quando, pois vier o Filho do homem na sua glória, e todos os anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; e diante dele serão reunidas todas as nações; e ele separará uns dos outros, como o pastor separa as ovelhas dos cabritos; e porá as ovelhas à sua direita, mas os cabritos à esquerda. Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai. Possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai- vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o Diabo e seus anjos

Amados, toda transformação é dolorida e exige sacrifícios, principalmente em se tratando de mudanças de vida no comportamento, nas atitudes ou manias que nosso corpo está acostumado a praticar.

Para ilustrar o que digo, vou fazer uma comparação com a lagarta, em suas 4 fases.

1° Fase- A lagarta

É um bichinho que causa medo em muitas pessoas por não ter uma boa aparência. Nesta fase são destruidoras natas devoram tudo o que encontram pela frente, por isso são temidas pelos agricultores e jardineiros.

Essa é a nossa primeira fase, o que não agrada em nada a Cristo Jesus, pois estamos nos alimentando de tudo que é prejudicial para a nossa vida.

2°-Fase- O casulo

É o comesso da transformação radical, elas param de se alimentar, e destruir e produzem um casulo que é utilizado para se esconderem e transformarem. No caso do "Bicho da Seda" esse casulo é utilizado para retirar o fio da seda, pois ele é formado por um único fio, muito fino, macio e resistente e de grande valor no mercado têxtil. O que muda totalmente seu conceito de destruidora.

É o que acontece também conosco, já no início da transformação, começamos a nos dominar, deixando de nos alimentar das coisas do mundo e passando a pensar mais nas coisas espirituais, o que vai nos aproximando de Deus.

3°-Fase- A transformação

Em alguns dias, sem nenhuma ajuda externa e com grande dificuldade ela sai do casulo e isso é muito importante, pois o grande esforço é uma fisioterapia que fortalece suas asas para então surgir uma maravilhosa criatura, frágil mas de grande mobilidade e beleza.

Assim também é a nossa vida, devemos nos transformar por inteiro e isso só vai depender de nós mesmos, para transformarmos em uma nova criatura em Cristo Jesus.

4°- Fase - A borboleta

É uma grande maravilha, ela enfeita a natureza, ajuda na polinização das flores é de grande sensibilidade e trás benignidade e beleza.

Amados, se não passarmos por uma transformação, e não cultivarmos um lindo jardim em nossa vida, em nossa casa, em nosso coração, não participaremos das belezas do Jardim que Deus preparou para nós na eternidade.

Amados, pensem nisso.

Grande abraço a todos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quarto degrau - Realizações - At 20.35

Em tudo vos dei o exemplo de que assim trabalhando, é necessário socorrer os enfermos, recordando as palavras do Senhor Jesus, porquanto el...