"Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim" (Jo 14:6)

domingo, 17 de setembro de 2017

Características da verdadeira ovelha - Lc 15.3-7



Ainda dando continuidade em (o valor do aprisco), nesta mensagem quero passar aos amados as principais características de uma verdadeira ovelha e desejo sinceramente que cada um de vocês faça uma auto-análise para ver se estão enquadrados dentro delas.

São três pontos fundamentais.

  1. Firmeza - A ovelha precisa ficar firme no aprisco e de coração, não deve ser volúvel e para que permaneça no aprisco têm que trancar a porta. Sabem por que digo isso, amados? É que no céu não haverá ninguém contra a sua vontade. Deus não obrigará ninguém a ficar lá. Portanto, creio eu, que não haverá lá nem trancas e nem portas.

  2. Ouvir - A ovelha deve saber ouvir e obedecer a voz de seu pastor, em Jo 10-4 está escrito: Ele as chama pelo nome, Ele vai diante delas e elas o seguem, porque conhecem sua voz. Precisamos estar sempre direcionados pela voz do pastor, pela voz de Cristo que é o nosso Sumo Sacerdote e Supremo Pastor.

  3. Direção - A ovelha precisa seguir o seu pastor. Não podem andar desgarradas, dispersas, porque correm o risco de serem devoradas pelos lobos. A ovelha precisa estar sempre arrebanhada para não ser caçada pelos seus predadores. O pastor precisa saber onde a ovelha anda ou está, pois assim saberá se o pasto é bom ou ruim para ela, isso é questão de segurança, amados, para aconselhamento se necessário.
A verdadeira ovelha deve valorizar o seu aprisco e estar sempre pronta para ser arrebanhada, ensinada, corrigi- da e direcionada.

Pensem nisso.

Grande abraço a todos.

(das)

Qual de vós é o homem que, possuindo cem ovelhas, e perdendo uma delas, não deixa as noventa e nove no deserto, e não vai após a perdida até que a encontre? E achando-a, põe-na sobre os ombros, cheio de júbilo; e chegando a casa, reúne os amigos e vizinhos e lhes diz: Alegrai-vos comigo, porque achei a minha ovelha que se havia perdido. Digo-vos que assim haverá maior alegria no céu por um pecador que se arrepende, do que por noventa e nove justos que não necessitam de arrependimento

sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Vaidade, tudo é vaidade!



Lembra-te também do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos em que dirás: Não tenho prazer neles Eclesiastes 12.1

Essa é uma das passagens que nos revela grandes ensinamentos, face as grandes experiências apresentadas pelo seu autor.

É sabido que Salomão escreveu 3 (três) livros e para cada um utilizou um perfil diferente:
  • O 1° deles foi "Cantares" escrito na sua mocidade, são cartas de amor, poemas para sua amada Sulamita, onde ele faz várias comparações de amor para com ela. Neste livro ele foi totalmente aberto, não escondeu nada de seu grande amor para com essa mulher.
  • O 2° foi "Provérbios" escrito já na sua meia idade, é um livro de sabedoria onde ele usou todo seu potencial, seu grandioso talento, conhecimentos e sabias colocações em todos os seus posicionamentos.
  • O 3° foi "Eclesiastes" ou "Pregador" escrito já na sua velhice. É um livro onde ele conta as experiências da vida e o que nos dá lapidados concelhos. O mais maravilhoso e sábio que encontrei é o que diz: Busque a Deus enquanto tudo está bem, quando têm saúde, alegrias, paz e a família está em harmonia, porque virão os maus dias que não terão neles contentamentos.

Amados, sabem o que isso quer dizer? São as coisas que acontecem de repente que nós não esperamos

É quando procuramos uma pessoa amada e ela não esta mais lá, abrimos o guarda roupas, vemos suas roupas mas ela já não pode mais usa-las. É quando estamos no chuveiro e passamos a mão no corpo e percebemos um caroço, ou olhamos para o espelho e vemos uma mancha estranha no pescoço, vamos ao médico e temos a notícia que aquilo é muito grave. Ou é termos um filho(a) e saber que ele(a) não vai mais poder andar com seus próprios pés...

Por isso amados, precisamos estar sempre ligados ao Senhor enquanto tudo está bem, porque nos dias maus Ele nos confortará, pois não há dor que nunca passe e nem mal que sempre dure e nem prazer que nunca acabe!

Pensem nisso.

Grande abraço a todos.

(das)

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

A ovelha rebelde - Jr 13.9-11



Assim diz o Senhor: Do mesmo modo farei apodrecer a soberba de Judá, e a grande soberba de Jerusalém. 10. Este povo maligno, que se recusa a ouvir as minhas palavras, que caminha segundo a teimosia do seu coração, e que anda após deuses alheios, para os servir, e para os adorar, será tal como este cinto, que para nada presta. 11. Pois, assim como se liga o cinto aos lombos do homem, assim eu liguei a mim toda a casa de Israel, e toda a casa de Judá, diz o Senhor, para me serem por povo, e por nome, e por louvor, e por glória; mas não quiseram ouvirJr 13.9-11

Com base neste texto sagrado vou contar uma história aos amados que tem em nossa vida grande relevância.

Certa ocasião um grupo de pessoas em um passeio, seguindo por Israel, chegaram em um lugar muito bonito. Ali tinha uma grande ponte e um longo vale com gramas verdejantes, um lugar realmente muito lindo e acolhedor. Então pararam para tirar algumas fotos, face a beleza daquele lugar. Mas neste momento aconteceu um fato inusitado, viram ali um pastor com um grande rebanho de ovelhas todas branquinhas e bem tratadas que se destacavam no verde vale, e notaram que uma delas estava longe do rebanho. Então, observaram que o pastor dirigiu-se até ela pegou-a, e quebrou lhe uma das pernas e depois comessou a enfaixa-la como se fosse um simples ritual (treinamento). As pessoas indignadas com aquilo, perguntaram umas às outras: será que por aqui não tem a associação de proteção dos animais? Como estavam em um país diferente, não sabiam falar o idioma que o pastor falava e solicitaram ao guia para que fosse conversar com ele para saber o porquê daquela atitude. O guia foi até ele e os excursionistas ficaram observando de longe e notaram que o pastor gesticulava muito dando suas explicações. Na volta do guia, todos estavam ansiosos para saber sobre os esclarecimentos. Então veio a surpreza. Ele disse que havia quebrado a perna daquela ovelha para sua proteção, segurança e facilitar seu aprendizado, porque ela era a única que não obedecia. Um dia ela fugiu e ficou cinco dias perdida e quando voltou estava toda machucada, doente e só não morreu por milagre, quando recuperou-se ela tornou a fugir e só não foi morta porque seu amigo há encontrou a tempo e a trouxe de volta e mesmo assim ela não aprendeu, e sempre foge. Esse seu amigo o havia aconselhado a vende-la para o abate (matadouro) mas ele há amava muito e não queria fazer isso com ela, por isso quebrou a sua perna para que pudesse ensina-la mais de perto. Pois, enquanto as demais caminhavam ele a carregaria nos ombros falando aos seus ouvidos sobre a necessidade da obediência e também para que ela se acostumasse com a sua voz e o seu comando.

Amados, muitas vezes Deus permite que coisas desagradeveis aconteçam conosco para que aprendamos a ouvir a sua voz e obedeçamos o seu comando.

Pensem nisso.

Grande abraço a todos.

(das)

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Jesus combate a idolatria - Jo 5.1-9


Fonte da imagem: http://enfoquebiblico.com.br


Amados, vou falar sobre este texto com o objetivo de fornecer algumas posições sobre sua interpretação. Vou dar aqui minha modesta opinião a respeito e fundamentar cada posicionamento. Todos podem opinar também.

Jesus fora até o tanque chamado "Betesda" e cura um paralítico que esperava a 38 anos por um milagre. E quando Jesus pergunta a ele: Queres ser curado? Ele responde: Senhor, eu não tenho ninguém que me ajude, quando vou descer, outros já entraram na minha frente! E a crença popular era que de tempos em tempos um anjo descia ali e agitava as águas, e quem entrasse primeiro no lago era curado de qualquer enfermidade. Amados, no meu ponto de vista, Jesus realizou esse milagre porque tinha um propósito muito importante, Ele quis mostrar aquela multidão que aquelas águas não tinham nenhum poder de curar, e que aquilo não passava de uma crendice popular e uma grande idolatria. E Ele fora ali para combate-la.

Vejam porque digo isso? São 9 pontos fundamentais:
  1. O movimento das águas se davam pelo próprio fluxo da saída da nascente, quando ela saia mais forte o fenômeno agitava as águas do lago. Pois tratava-se de forte nascente.
  2. Não há nenhuma menção bíblica que alguém fora curado ali, após ter se banhado naquelas águas. Mesmo porque, quando as águas eram agitadas muitos pulavam juntos e ninguem sabia se realmente alguém fora curado.
  3. Em nenhuma passagem bíblica há menção que anjos tenham praticado milagres e curas. Isso só acontece quando é o Anjo do Senhor, o próprio Jesus. Anjos só são mencionados como mensageiros.
  4. Esse foi o único milagre que Jesus fez sem que fosse solicitado, e o paralitico nem estava olhando para Ele, tanto que, quando perguntaram quem o havia curado, ele respondeu não sei.
  5. Este homem foi curado, mesmo sem que seus pecados fossem perdoados e só o foram perdoados algum tempo depois, quando encontrou com Jesus no templo (v .14) está curado não peques mais para que não te aconteca coisa pior.
  6. Porque Jesus curou apenas esse homem, sendo que ali havia uma multidão de cegos, coxos, paralíticos e outros enfermos. Ele quis mostrar àquela multidão que o poder de curar estava com Ele e não naquelas águas.
  7. Os fatos bíblicos demonstram mais, que Jesus não estava acompanhado de seus discípulos naquele lugar, o relato indica que Ele estava só. O propósito disso, na minha opinião foi para evitar o envolvimento dos discípulos com os ditos daquela multidão.
  8. Observem que o v.4 onde diz que um anjo descia e agitava as águas, em varias versões Bíblicas está entre colchetes ([ ]), isto quer dizer que em diversos manuscritos originais não consta.
  9. Qual seria a lógica, se o lugar estava cheio de doentes e só quem pulasse primeiro seria curado? Isso é horrível, sabem por quê? Quem vai receber a bênção são sempre os mais fortes, ou os que estão em melhores condições, os paraliticos, os tetraplégicos, jamais conseguiriam. Isso não é de Deus. Porque Ele dá a todos oportunidades iguais. Por isso Jesus foi àquele lugar, para mostrar que aquilo não estava fundamentado em Deus, portanto não era sua obra.

Por que Jesus escolheu esse homem? Porque ele era conhecido de todos naquele lugar, pois vivia ali deitado em uma cama há 38 anos. Era uma testemunha irrefutável.

Amados, nós não devemos deixar-nos enganar com coisas mirabolantes que existem por aí, dizendo que curam, que prosperam, que realizam milagres. O poder de curar, de prosperar e fazer milagres, tanto naquela época como hoje está unicamente com Ele, Jesus.

Pensem nisso.

Grande abraço a todos.

(das)

As Parábolas de Jesus (3) - Mt 13.45-50


Fonte da imagem: https://alexonfaith.files.wordpress.com

Outrossim, o reino dos céus é semelhante a um negociante que buscava boas pérolas; e encontrando uma pérola de grande valor, foi, vendeu tudo quanto tinha, e a comprou.

Igualmente, o reino dos céus é semelhante a uma rede lançada ao mar, e que apanhou toda espécie de peixes. E, quando cheia, puxaram-na para a praia; e, sentando-se, puseram os bons em cestos; os ruins, porém, lançaram fora. Assim será no fim do mundo: sairão os anjos, e separarão os maus dentre os justos, e lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá choro e ranger de dentes
(Mt 13.45-50)

Amados, valo-me dessa oportunidade para falar a vocês sobre mais duas significativas parábolas do Mestre Jesus no capítulo 13 de Mateus:
  • A da Pérola de Grande Valor, e
  • A da Rede Cheia de Peixes.

A da Pérola de Grande Valor


Quer dizer que devemos encontrar a verdadeira pérola de grande valor que é Jesus, e então abandonar as coisas do mundo e agarrar com toda dedicação essa pérola,tomando uma posição definitiva em nosso coração. Se necessário for, devemos vender tudo o que possuímos para compra-la, pois só Ela nos dá a garantia de vida eterna.

A da Rede Cheia de Peixes


Essa rede significa que no final dos tempos a rede de Jesus estará cheia, repleta de cristãos verdadeiros e falsos e será levada para a praia (na presença) de Deus, ali então serão retirados os bons (os justos). Os demais serão lançados fora. Então haverá pranto e ranger de dentes (Mt 13.50).

Amados, vou fazer aqui uma observação muito importante que na minha opinião deveriam pensar muito a respeito.

Geralmente temos medo da morte e não gostamos de falar sobre ela, mas vou afirmar uma coisa, o homem que pensa na morte prepara melhor sua vida para com Deus, porque não sabemos a hora que isso irá acontecer. Enquanto que os que não pensam, levam a vida aleatoriamente, sem pensar ou preocupar-se com nada, isso é ruim, porque podem ser surpreendidos, pois "dela" não há meio de escapar.

Pensem nisso.

Grande abraço a todos.

(das)

segunda-feira, 24 de julho de 2017

As parábolas de Jesus (2) - Mt 13.31-33,44-46



E falou-lhes muitas coisas por parábolas, dizendo: Eis que o semeador saiu a semear e quando semeava, uma parte da semente caiu à beira do caminho, e vieram as aves e comeram. E outra parte caiu em lugares pedregosos, onde não havia muita terra: e logo nasceu, porque não tinha terra profunda; mas, saindo o sol, queimou-se e, por não ter raiz, secou-se. E outra caiu entre espinhos; e os espinhos cresceram e a sufocaram. Mas outra caiu em boa terra, e dava fruto, um a cem, outro a sessenta e outro a trinta por um. Quem tem ouvidos, ouça.

Propôs-lhes outra parábola, dizendo: O reino dos céus é semelhante ao homem que semeou boa semente no seu campo; mas, enquanto os homens dormiam, veio o inimigo dele, semeou joio no meio do trigo, e retirou-se. Quando, porém, a erva cresceu e começou a espigar, então apareceu também o joio. Chegaram, pois, os servos do proprietário, e disseram-lhe: Senhor, não semeaste no teu campo boa semente? Donde, pois, vem o joio? Respondeu-lhes: Algum inimigo é quem fez isso. E os servos lhe disseram: Queres, pois, que vamos arrancá-lo? Ele, porém, disse: Não; para que, ao colher o joio, não arranqueis com ele também o trigo. Deixai crescer ambos juntos até a ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Ajuntai primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; o trigo, porém, recolhei-o no meu celeiro

Dando continuidade ao assunto sobre as belas parábolas de Jesus do capítulo 13 de Mateus, onde Ele narra sete delas, vou descrever agora sobre outras três.

  • A do Grão de Mostarda;
  • A do Fermento;
  • A do Tesouro Escondido.

  1. A do Grão de Mostarda:

    Representa aqueles que aceitam a Jesus, abraçam sua causa e crescem, tornando-se em uma grande, linda e frondosa árvore e recebem as poderosas bênçãos do Céu.
  2. A do Fermento:

    Representa os cristãos que expandem e contagiam, influenciando outros, transformando o ambiente onde estão em uma verdadeira bênção, dando grandes testemunhos de Jesus, atraindo a todos que estão ao seu redor.
  3. A do Tesouro Escondido:

    Demonstra que o Reino de Deus foi escondido pelos judeus durante milhares de anos, aniquilando-o e Jesus veio para que ele fosse redescoberto, pois esse maravilhoso tesouro não podia ficar escondido. Agora cabe à nós cristãos (a igreja) mante-lo brilhando para que o mundo seja iluminado por Ele.

Amados, quero que mantenham sempre na lembrança uma coisa, o ontem já passou, o amanhã não existe, só temos o hoje, o agora. Quando chegar o amanhã ele se transforma em hoje. Portanto amados, prepara-te para encontrar com teu Deus. Ele que forma os montes, cria o vento e declara ao homem qual é o seu pensamento (Am 4.13).

Pensem nisso.

Grande abraço a todos.

(das)

domingo, 23 de julho de 2017

As parábolas de Jesus (1) - Mt 13:3-9,24-30


fonte da imagem: www.paulinos.org.br

E falou-lhes muitas coisas por parábolas, dizendo: Eis que o semeador saiu a semear. E quando semeava, uma parte da semente caiu à beira do caminho, e vieram as aves e comeram. E outra parte caiu em lugares pedregosos, onde não havia muita terra: e logo nasceu, porque não tinha terra profunda; mas, saindo o sol, queimou-se e, por não ter raiz, secou-se. E outra caiu entre espinhos; e os espinhos cresceram e a sufocaram. Mas outra caiu em boa terra, e dava fruto, um a cem, outro a sessenta e outro a trinta por um. Quem tem ouvidos, ouça.

Propôs-lhes outra parábola, dizendo: O reino dos céus é semelhante ao homem que semeou boa semente no seu campo; mas, enquanto os homens dormiam, veio o inimigo dele, semeou joio no meio do trigo, e retirou-se. Quando, porém, a erva cresceu e começou a espigar, então apareceu também o joio. Chegaram, pois, os servos do proprietário, e disseram-lhe: Senhor, não semeaste no teu campo boa semente? Donde, pois, vem o joio? Respondeu-lhes: Algum inimigo é quem fez isso. E os servos lhe disseram: Queres, pois, que vamos arrancá-lo? Ele, porém, disse: Não; para que, ao colher o joio, não arranqueis com ele também o trigo. Deixai crescer ambos juntos até a ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Ajuntai primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; o trigo, porém, recolhei-o no meu celeiro
Mt 13.3-9,24-30

Na época dos apóstolo, Jesus gostava de pregar por parábolas. Isso em certas ocasiões se fazia necessário para despistar os curiosos, que estavam ali apenas para depois sair criticando, assim eles ouviam e não entendiam quase nada e não podiam falar muita coisa a respeito. Somente neste capítulo (Mt 13) Jesus apresenta sete das suas mais lindas parábolas, no ensejo vou falar apenas sobre duas delas: A do Semeador e a do Joio e o Trigo.

A do Semeador diz que a semente (palavra) cai em quatro tipos de terreno (coração).
  1. As que caem à beira do caminho, vieram as aves e comeram. São os corações duros que não querem nada com Deus. As aves representam os demônios que não permitem que a palavra fixe nesses corações.
  2. As que caíram em terreno pedregoso, são os corações que receberam a palavra e no momento ficaram felizes, mas com o tempo as coisas do mundo falam mais alto e elas esquecem, porque não têm raiz em si mesmas.
  3. As que caíram sobre os espinhos, são os que não têm segurança no que ouvem e em pouco tempo a palavra é sufocada e desaparece desses corações, porque as realizações do mundo acabam asfixiando a palavra de Deus.
  4. As que caíram em terra fértil, são os corações que estavam preparados e a palavra é guardada e passada com amor a outros corações, e produzem frutos a 100, 60 e 30%

A do Joio e o Trigo fala dos que recebem a palavra como verdadeiros cidadãos cristãos, mas não são! Eles são parecidissimos um com o outro, tornando difícil a sua separação, mas um é verdadeiro e o outro é falso.

Temos que tomar muito cuidado e ter discernimento, são verdadeiros lobos com pele de ovelhas. Não dá para tira-los do meio da igreja pois podem prejudicar ou até arrancar junto o trigo. Eles podem ter grandes amigos, ou até mesmo parentes e se saírem podem também leva-los juntos.

Então a melhor coisa a fazer é deixar a colheita por conta de Jesus, que saberá separar o Trigo e coloca-lo no celeiro e o Joio com certeza será lançado ao fogo.

Amados, Deus não nos escolheu para sermos bijouterias, mas sim, pedras preciosas lapidadas por Jesus para brilharmos como Ele tanto aqui na terra como na eternidade.

Pensem nisso.

Grande abraço a todos.

(das)

sexta-feira, 21 de julho de 2017

O ide de Deus - Mc 16.15-18



E disse-lhes: Ide por todo o mundo, e pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado. E estes sinais acompanharão aos que crerem: em meu nome expulsarão demônios; falarão novas línguas; pegarão em serpentes; e se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e estes serão curados.Mc 16.15 a 18

Vou iniciar esta mensagem fazendo duas perguntas, que acredito que muitos também as fazem à Deus.

Como vou pregar o Evangélio face a face, se esse não é meu talento e 666não levo jeito para isso? Em Mt 5.13-16 Jesus disse: vós sois o sal da terra, e se o sal se tornar insípido (não salgar) não serve para nada, sabem o que isso significa?

Naquela época o sal tinha três finalidades importantes.
  1. era utilizado para realçar o sabor dos alimentos.
  2. era para fazer conservação, evitar a deteorizaçao.
  3. era usado em um preparado para ajudar na fertilização da terra.

Notem que Jesus nos compara como se fossemos esse sal.

Isso nada mais é que devemos dar sabor a vida daqueles que nos rodeiam e procurar conservar a fé, a amizade, a harmonia entre as pessoas e fortalecer os laços entre os irmãos, amigos e todos com quem mantemos relacionamentos.

Jesus também diz neste texto que somos a luz do mundo. Essa luz, amados, que Ele esta dizendo, é o ensinamento da sua palavra e a luz da verdade da sabedoria do Evangelho, essa é a luz que devemos irradiar e levar a toda criatura.

Por isso Ele diz: IDE por todo o mundo e pregai o evangelho e aquele que crer e for batizado será salvo. E se somos essa luz não podemos ficar escondidos embaixo de um alqueire (desculpa qualquer), mas sim devemos estar em um velador (nos revelar) para que nossa luz resplandeça e ilumine a todos que estejam próximos de nós, para que vejam nossas boas obras, para que Deus seja glorificado.

Muitas vezes, encontramos pessoas perdidas necessitando de ajuda e orientação, e o que fazemos? As tratamos com rigidez, condenando-as por aquilo que fazem, ou por estarem naquela situação. Amados, isso não pode ser a atitude do sal da terra e da luz do mundo. O que devemos fazer é ser pacientes com estas pessoas, ouvir sua história e procurar ajudá-las a sair ou resolver seus problemas, mostrando que Cristo está no controle de tudo e pode solucionar qualquer problema por mais complexo que seja.

Amados, não cabe a nós limpar as impurezas dos corações das pessoas. Isso é obra do Espírito Santo. Nossa função e pregar o Evangelho, falar de Jesus e da salvação eterna. A realização do arrependimento é de Deus, pois Ele mesmo em Is 55.11 enfatiza que sua palavra não voltará vazia.

Pensem sinceramente nisso.

Grande abraço a todos.

(das)

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Como buscar a presença de Deus - Is 55.6-7



Buscai ao Senhor enquanto se pode achar. Invocai-o enquanto está perto. Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos; volte-se ao Senhor, que se compadecerá dele; e para o nosso Deus, porque é generoso em perdoar
Amados, vou discorrer sobre esse texto por tratar-se de um assunto muito relevante para a nossa vida, uma vez que em Jr 29.13 está escrito: buscar-me-ei, e me achareis quando o fizerdes de todo vosso coração. Esse é o caminho para encontrarmos o nosso Criador quando o buscamos com todas as nossas forças. Muitas vezes notamos insatisfação no coração das pessoas que fazem de tudo para encontrar a Deus e não O encontram. Isso, logicamente, traz insatisfação. Sabem por que isso acontecesse, amados? Porque não o fazem corretamente, traçam seus próprios caminhos, estabelecem seus próprios padrões de busca, e na realidade só precisam obedecer e seguir os direcionamentos estabelecidos por Deus, aí então O encontrarão!

Quando Salomão, filho de Davi, assumiu o reino em Israel, ficou em situação delicada, não sabia como governar tão grande povo, então pediu socorro a Deus, oferecendo sacrifícios no altar perante ao Senhor. E Deus o visitou e disse-lhe: Pede o que quiser que eu te dê. Salomão só pediu sabedoria e conhecimentos para governar seu povo. Então, o Senhor deu a ele tudo o que pediu e também riquezas, honras e fazendas por ter visto a sinceridade em seu coração.

Todos nós devemos buscar ao Senhor continuamente, pois sua palavra afirma enfaticamente isso em Sl 105.4:

Buscai ao Senhor e a sua força; buscai a sua face continuamente
E devemos faze-lo com todo carinho, invocando sua presença enquanto esta perto e podemos acha-lo (Is 55.6).
>br> Porque Ele mesmo afirma, que aquele que pede recebe, quem busca acha, aquele que bate abrir-se-lhe-a (Lc 11.9-10).

Amados, o Mestre está chamando e avisando que devemos buscá-lo enquanto podemos achá-lo, porque está próximo o dia que isso não mais adiantará.

Pensem nisso, é um conselho.

Grande abraço a todos.

(das)

domingo, 9 de julho de 2017

Página incompleta - Jo 11.34-40



e [Jesus] perguntou: Onde o puseste? Responderam-lhe: Senhor, vem e vê. Jesus chorou. Disseram então os judeus: Vede como o amava. Mas alguns deles disseram: Não podia ele, que abriu os olhos ao cego, fazer também que este não morreste? Jesus, pois, comovendo-se outra vez, profundamente, foi ao sepulcro; era uma gruta, e tinha uma pedra posta sobre ela. Disse Jesus: Tirai a pedra. Marta, irmã do defunto, disse- lhe: Senhor, já cheira mal, porque está morto há quase quatro dias. Respondeu-lhe Jesus: Não te disse que, se creres, verás a glória de Deus?
Não vou falar aqui sobre a ressurreição de Lázaro, embora seja uma passagem belíssima, narrada pelas Escrituras Sagradas, o que eu vou dizer a seguir é algo muito interessante que por uma distração não levamos em consideração.

Muitas vezes achamos que nossa história está dentro de um maravilhoso roteiro, e que nada pode muda-la. No entanto, precisamos entender que nossa vida é uma página incompleta.

Neste texto a história de Lázaro tinha acabado, ele morreu e estava encerrado. Mas ela foi mudada por Jesus que compadeceu-se de suas irmãs e o fez voltar a vida novamente. Por isso que eu digo, a nossa vida é uma página incompleta e tudo depende da vontade de Deus. Amados, nunca pense que tudo está perdido, mesmo que esteja no meio de uma grande tribulação, lembrem-se que Jesus pode mudar ou completar a minha, a sua ou a nossa história, isso só depende de nós mesmos.

Portanto, amados, tenham sempre em mente que nunca é tarde para um recomeço feliz.

No texto Jesus disse: de-me a página do livro de Lázaro onde está escrito (Lázaro morreu) que vou mudar esse fim.

As vezes nosso casamento esta acabando, ou a nossa saúde está por um fio, a nossa situação financeira está um verdadeiro caos, Jesus a qualquer momento pode pedir a página de sua vida e reescreve-la novamente. Por isso amados, é que eu te digo: Tire a pedra que está fechando o túmulo, ou está atrapalhando sua passagem, ou impedindo seu caminhar, deixe Jesus escrever o crepúsculo de sua história, porque só Ele pode definir o enredo adequado para a página incompleta de sua vida. Assim como Ele reescreveu o capítulo da vida de Lázaro, que para todos já estava terminado, era o fim.

Ele pode também reescrever o de todos nós. É como Ele mesmo disse: Eu sou a ressurreição e a vida e aquele que crer, mesmo que esteja morto viverá.

Pensem nisso amados.

Grande abraço a todos.

(das)

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Como chegar a vitória - 1Co 15.1-3



Ora, eu vos lembro, irmãos, o evangelho que já vos anunciei; o qual também recebestes, e no qual perseverais, pelo qual também sois salvos, se é que o conservais tal como vo-lo anunciei; se não é que crestes em vão. Porque primeiramente vos entreguei o que também recebi: que Cristo morreu por nossos pecados, segundo as Escrituras
Amados, toda conquista requer sacrifícios, dedicação, empenho, nada chega em nossas mãos sem que o busquemos arduamente, isso faz parte da vida. Eu até tenho uma definição a respeito, e digo assim: vencer na vida sem luta é uma vitória sem glória que não fará bem a sua propria memória.

Vou passar aqui 8 pontos importantes para chegarmos a vitória:
  1. Afaste-se de qualquer coisa que tente te impedir de ir para a frente, não fique olhando para traz, considerando o passado, lembrem-se: águas passadas não move o monjolo.
  2. Mantenha o olhar firme em Jesus, Ele é tudo que precidamos, pois sua própria palavra em Jo 15.5b afirma: ...sem mim nada podeis fazer.
  3. Não pense na indignação dos outros, sempre vai existir alguém com maior sofrimento do que o nosso.
  4. Permita que Deus te corrija, não desanime quando por Ele for corrigido, lembrem-se: Deus corrige a quem ama (Hb 12.6)
  5. Trace um caminho, um plano, determine onde quer chegar, vai a luta, não fique de braços cruzados, não esqueça que tudo o que nós pudermos fazer, Deus não fará por nós.
  6. Evite perder tempo com discórdias ou discussões que não levam a lugar nenhum, pois elas jamais nos levarão ao sucesso.
  7. Procure ouvir sempre a voz de Deus que as bênçãos não tardarão a chegar.
  8. Aprenda a valorizar o que merece ser valorizado, cuidado para não entregar sua bênção aos outros (caso de Esaú que entregou a dele por um prato de lentilhas). Aprenda a valorizar o que Deus colocou em suas mãos.
Lembrem-se de mais um detalhe, enquanto houver vontade de lutar há sempre esperança de vencer.

Pensem nisso.

Grande abraço a todos.

(das)

Vencer na vida sem luta é uma vitória sem glória que não fará bem a sua propria memória

domingo, 25 de junho de 2017

A determinação de Maria - Lc 1.26-32



Ora, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, a uma virgem desposada com um varão cujo nome era José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria. E, entrando o anjo onde ela estava disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo. Ela, porém, ao ouvir estas palavras, turbou-se muito e pôs-se a pensar que saudação seria essa. Disse-lhe então o anjo: Não temas, Maria; pois achaste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho, ao qual porás o nome de Jesus. Este será grande e será chamado filho do Altíssimo; o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi seu pai
Amados, embasado neste texto, vou fazer uma pergunta, e sinceramente gostaria que cada um fizesse uma reflexão olhando para dentro de si mesmo e respondesse: Será que estou preparado para atender um pedido como Maria o fez? Notem amados, ela respondeu ao anjo Gabriel sem titubear, quando ele disse a ela Salve agraciada, o Senhor é contigo (o que quer dizer) alegra-te, que es bendita entre as mulheres. Então ela responde: Eis aqui a serva do Senhor, cumpra-se em mim segundo a sua vontade.

Como alegrar-se, se apartir daquele momento ela só teria sofrimentos, pois teve que fugir de suas terras, teve acomodações adequadas para dar a luz negada, tanto que foi para uma manjedoura, (estábulo) teve que ver o sofrimento de outras mães que tiveram seus filhos mortos, por causa do seu e teve que acompanhar o sofrimento de seu próprio e amado filho Jesus até a sua morte na cruz.

Será que, se Deus tiver um propósito em nossa vida e esse propósito nos causar dificuldades, sofrimentos e angústias, estaremos preparados para acata-lo e fazer a Sua vontade sem murmurar?

Pensem nisso amados.

Grande abraço a todos.

(das)

sábado, 24 de junho de 2017

Por que Deus não eliminou Satanás?



(2 PE 3:18)antes crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como até o dia da eternidade
Amados, o que Pedro está enfatizando aqui é que devemos crescer no conhecimento da palavra, porque nada podemos comprar de Deus, tudo que recebemos Dele é "graça", a vida, o simples mover, tudo o que temos é dádiva, portanto é graça.

Quando Deus deu a Adão/Eva o fruto proibido, ele era o limite entre o humano e o Divino, no dia em que Adão e Eva comeram dele se tornaram independentes de Deus, porque até então eram totalmente protegidos, nada podia atingi-los eram puros. Mas a desobediência gerou o pecado, o desligamento e o afastamento de Deus. Isto era a oportunidade que satanás esperava e valeu-se dela, chantageando a Deus, dizendo: Se me eliminar têm que eliminá-los juntos, porque são pecadores também (como se colocasse uma arma na cabeça deles) como fazem os ladrões quando são cercados por polícias, ameaçando matar seus reféns.

Como Deus é justo e tinha planos para resgatar a humanidade desde a fundação do mundo, uma vez que o objetivo da criação do homem sempre foi que este fizesse parte de Sua Glória, Ele usa de sua longanimidade, um atributo Divino que é o auto controle sobre a ira mediante uma provocação ou um insulto. Isto é, Ele deixa mais para a frente, adia, prorroga, prolonga o julgamento, o juízo daquilo que deveria ser feito no ato, Ele dá mais uma chance. Como exemplo temos o caso do dilúvio, quando Deus disse a Noé que iria destruir toda a raça humana da época por estar totalmente corrompida, Ele ainda esperou aproximadamente 100 anos, até o término da "arca" (confira Gn 5.32; 6.10,13; 7.11).

Noé continuou a pregar sobre o arrependimento, acredito eu, mas de nada adiantou, o povo não acreditou, então veio o dilúvio e o povo pereceu.

No caso de satanás, Deus esperou pacientemente por mais ou menos 2000 anos para realizar a maravilhosa promessa de redimir o homem do pecado e condenação eterna, imposta por satanás. A maior dádiva de Deus nesse processo foi o envio de seu amado filho Jesus como homem, porque olhando para a galeria de seus heróis, apesar de terem sido grandes homens de Deus, como Abraão, Moisés, Jacó, Elias, Elizeu nenhum deles poderia ser usado. Sabem porque amados? Porque todos eram pecadores como nós, e isso os tornavam também reféns de satanás.

E como essa batalha precisava ser realizada por um homem, para não fornecer álibi a satanás de alegar injustiça, pois se Deus utilizasse Querubins, ou se Jesus viesse como Deus, não teria equiparação, e satanás poderia contestar alegando que o Senhor utilizou seus poderes para derrota-lo. Assim sendo, Jesus aceitou o desafio, e o Verbo se fez carne e habitou entre nós por 33 anos, e por 30 anos passou por experiências humanas sem pecar e nos últimos 3 anos se dedicou a fazer as obras do Pai e abalou o mundo com elas. E na cruz tomou o lugar de Adão e Eva, e satanás não pode faze-lo de escudo, e nem usar nenhum subterfúgio, pois Ele como homem não tinha pecado, era puro, sem mancha, sem culpa e com seu precioso sangue derramado na cruz nos resgatou com grande honra das mãos do inimigo satanás.

E assim Deus realizou seu grande propósito, que era resgatar a raça humana do pecado e da perdição eterna, através de seu filho Jesus o 2° Adão.

E neste momento, Deus poderia ter eliminado definitivamente satanás, pois ele não tinha mais nenhum argumento para impedir sua destruição. Mas Deus não o fez, porque quer usa-lo e humilha-lo na presença dos santos (sua igreja), quando o prenderá por 1000 anos (Ap 20). Período em que Jesus regerá com justiça e retidão todas as nações.

Amados, Deus é soberano e pode todas as coisas.

Pensem nisso.

Grande abraços a todos.

(das)

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Apenas uma agulha - Atos 9.36



Havia em Jope uma discípula por nome Tabita, que traduzido quer dizer Dorcas, a qual estava cheia de boas obras e esmolas que fazia
Vou discorrer sobre essa passagem, dando um alerta a todos.

Muitas vezes queremos ou pensamos em possuir grandes coisas, para poder ajudar uns aos outros. Aqui, este texto nos dá um grande exemplo, totalmente oposto a esse pensamento.

Vou falar de Tábita, revelada pela palavra de Deus, face a sua grande importância.

Tábita era uma grande serva de Deus, que vivia em Jope, uma cidadezinha á beira do mar, e sempre procurou ajudar os irmãos da comunidade. Ela se dedicava a socorrer as viúvas, com certeza era uma boa costureira, e dedicava seu tempo a fazer túnicas e roupas para os mais necessitados.

Notem que essa serva de Deus, além de seu tempo, ela doava também parte de sua renda (recursos financeiros) para comprar os tecidos que utilizava. Tábita oferecia tudo isso principalmente às viúvas, isso demonstrava o seu grande amor para com o próximo, e por isso tinha grande crédito junto à Deus.

Amados, foi isso que Jesus nos mostrou todo o tempo que esteve na terra, Ele sempre mostrou compaixão para com os pobres, e jamais recusou a atender a qualquer um deles.

Jesus quando distribuiu talentos, para quem deu menos deu 1 (um) (Mt 25.15). Portanto amados, use o talento que Jesus lhe deu, não o deixe enterrado, porque nada produzirá e será cobrado por isso. Use-o e faça-o valer a pena. Então pode surgir a pergunta: Que talento é esse que Jesus me deu? Te digo.
  • Você sabe cozinhar bem? Esse é o seu talento (agulha)
  • Você é um eletricista? Isso é sua agulha use em benefício do próximo.
  • Você é cabelereira, manicure? Isso é sua agulha.
  • Você é um pedreiro, pintor? Isso é sua agulha.

Utilize seu talento para abençoar os que te rodeiam.

Vou passar aos amados 5 pontos geniais dados pela agulha de Dorcas.
  1. Juntou amigos, costurou amizades no seu convívio.
  2. Fez boas obras, costurando maravilhas entre os seus.
  3. Preparou muitos frutos, e colheu com abundância.
  4. "Overloquiou" histórias,tanto que seu nome está escrito no Livro dos Livros.
  5. Arrematou saudades, tanto que Deus permitiu que voltasse ao convívio de seu povo, após a marte.

Amados, a agulha em si mesma é simples, singela, não se vê nela nenhuma grandeza, mas seu trabalho é maravilhoso, ela vai passando, vai unindo, vai juntando ou bordando as peças os detalhes, formando o conjunto, os vestuários, que veste o mundo, os príncipes e princesas, os ricos e pobres, para ela não há nenhuma distinção.

Assim deve ser a nossa vida, nós somos a agulha e Jesus é o Estilista, o Costureiro e o Mestre. Ele quer nos usar para fazer sua obra, quer juntar peça por peça, tanto os ricos como os pobres e formar uma só vestimenta para estarmos em seu guarda-roupa na eternidade.

Agora só me resta fazer uma pergunta, amados:

O que estão fazendo com suas agulhas?


Pensem nisso.

Grande abraço a todos.

(das)

domingo, 4 de junho de 2017

Não é a toa!


Olha que lindo que eu recebi!
Muito criativo:


"Não é a toa que a palavra CORAÇÃO tem uma ORAÇÃO dentro dela. Pois toda oração deve ter origem no coração, e não na razão/intelecto.

Não é a toa que a palavra CALMA tem uma ALMA dentro dela. Toda Alma precisa de paz verdadeira em CRISTO para permanecer tranquila.

Não é à toa que o verbo AMAR, tem um MAR inteiro dentro dele. Pois o amor é imenso e profundo como o mar.

E também o EU precisa estar dentro de DEUS para encontrar-se e completar a si mesmo.

Conclusão:

É na Oração de Coração que a Alma acha a Calma e é inundada por um Mar de amor divino; e onde o Eu se submete a Deus!

quarta-feira, 31 de maio de 2017

A Vida em abundância - Jo 10.10


O ladrão não vem senão para roubar, matar e destruir; eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância
Vou discorrer sobre este fantástico texto Sagrado, face as várias interpretações equivocadas de muitos cristãos.

O que Jesus nos ensina aqui é muito precioso e precisamos compriende-lo.

Jesus diz:

O diabo veio para roubar, matar e destruir

Isto não quer dizer que ele está preocupado com nossos bens materiais, nem com destruir nossa vida física em si. A sua meta vai muito mais longe. Posiciono a seguir alguns exemplos:
  1. ROUBAR - é acabar com nossa paz, com nossas alegrias, com nossa felicidade.
  2. MATAR - é destruir nosso ânimo, nossos sonhos, nossos planos, nossos desejos de estar com Deus.
  3. DESTRUIR - é acabar com nossa família, com nosso casamento, com nossa vida financeira.
Se ele conseguir isso, seus objetivos estarão cumpridos. Por isso, não podemos permitir que aconteça, amados.

No mesmo texto Jesus complementa dizendo:

Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância
Isto não quer dizer que vamos viver com riquezas, abastados de bens materiais! Não é essa a referência de Jesus aqui.

A vida em abundância que Ele propõe, cinzaamados, não é para este mundo é para o Reino de Deus "vida eterna"

Observem, Ele fala:

Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância, e não de vida com abundância (abastância). Amados, a nossa vida terrena é curta e passa muito rápida, por isso precisamos faze-la valer a pena, porque Deus é glorificado quando isso acontece. No entanto amados, isso não é fácil, sabem por que? Porque, manter as virtudes nesse mundo é muito mais difícil do que as desvirtudes.
  • Ser sério é mais difícil do que ser malandro.
  • Ser honesto é mais difícil do que ser desonesto.
  • Não ter vícios é mais difícil do que ser viciado.
  • Ser bom pai é mais difícil do que ser mau pai. Mau pai é só cruzar os braços.
Nenhuma vida é um mar de rosas, há sempre espinhos entre as flores.

Amados, Pensem nisso.

Grande abraço a todos.

(das)

terça-feira, 30 de maio de 2017

A metamorfose - Mt 25:31-34,41


Quando, pois vier o Filho do homem na sua glória, e todos os anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; e diante dele serão reunidas todas as nações; e ele separará uns dos outros, como o pastor separa as ovelhas dos cabritos; e porá as ovelhas à sua direita, mas os cabritos à esquerda. Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, benditos de meu Pai. Possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai- vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o Diabo e seus anjos

Amados, toda transformação é dolorida e exige sacrifícios, principalmente em se tratando de mudanças de vida no comportamento, nas atitudes ou manias que nosso corpo está acostumado a praticar.

Para ilustrar o que digo, vou fazer uma comparação com a lagarta, em suas 4 fases.

1° Fase- A lagarta

É um bichinho que causa medo em muitas pessoas por não ter uma boa aparência. Nesta fase são destruidoras natas devoram tudo o que encontram pela frente, por isso são temidas pelos agricultores e jardineiros.

Essa é a nossa primeira fase, o que não agrada em nada a Cristo Jesus, pois estamos nos alimentando de tudo que é prejudicial para a nossa vida.

2°-Fase- O casulo

É o comesso da transformação radical, elas param de se alimentar, e destruir e produzem um casulo que é utilizado para se esconderem e transformarem. No caso do "Bicho da Seda" esse casulo é utilizado para retirar o fio da seda, pois ele é formado por um único fio, muito fino, macio e resistente e de grande valor no mercado têxtil. O que muda totalmente seu conceito de destruidora.

É o que acontece também conosco, já no início da transformação, começamos a nos dominar, deixando de nos alimentar das coisas do mundo e passando a pensar mais nas coisas espirituais, o que vai nos aproximando de Deus.

3°-Fase- A transformação

Em alguns dias, sem nenhuma ajuda externa e com grande dificuldade ela sai do casulo e isso é muito importante, pois o grande esforço é uma fisioterapia que fortalece suas asas para então surgir uma maravilhosa criatura, frágil mas de grande mobilidade e beleza.

Assim também é a nossa vida, devemos nos transformar por inteiro e isso só vai depender de nós mesmos, para transformarmos em uma nova criatura em Cristo Jesus.

4°- Fase - A borboleta

É uma grande maravilha, ela enfeita a natureza, ajuda na polinização das flores é de grande sensibilidade e trás benignidade e beleza.

Amados, se não passarmos por uma transformação, e não cultivarmos um lindo jardim em nossa vida, em nossa casa, em nosso coração, não participaremos das belezas do Jardim que Deus preparou para nós na eternidade.

Amados, pensem nisso.

Grande abraço a todos!

domingo, 28 de maio de 2017

Cuidado com o casulo - Is 58.11 e Jr 31.12


Amados, nestes textos o Senhor está falando dos que se achegam a Ele e que praticam a justiça. Aqueles que repartem o pão com os famintos e cuidam dos pobres desamparados. Então o Senhor os seguirá continuamente e fortalecerá suas almas, e se tornarão como um jardim regado, como um manancial.

Amados, mas não adianta ficarmos reclamando que as lindas borboletas não vêm para o nosso jardim, isso realmente não vai acontecer se não houver uma verdadeira transformação em nosso coração, para que nossa vida floresça. Isso ocorrendo não precisamos ir atrás das belezas porque Jesus, fará com que elas venham em nosso encontro.

Amados, nenhuma vitória será definitiva e completa se não houver mudança sincera em nós, pois não adianta termos riquezas se não soubermos dividi-la.

Precisamos estar atentos e aprender muito sobre os ensinamentos de Jesus, pois na escola do Espírito Santo não têm 2° época, nem jeitinho, nem professor para ajudar nas notas! Ou sabemos ou permanecemos até aprendermos.

Amados, precisamos estar preparados para o dia em que nosso espírito romper o casulo, nosso corpo carnal que nada mais é do que uma embalagem preparada para sua morada enquanto aqui estivermos, para que ele possa voar como um inceto adulto, para juntamente com Jesus enfeitar o Jardim que o Pai preparou para nós.

Pensem nisso.

Grande abraço a todos.

(das)

E virão, e cantarão de júbilo nos altos de Sião, e ficarão radiantes pelos bens do Senhor, pelo trigo, o mosto, e o azeite, pelos cordeiros e os bezerros; e a sua vida será como um jardim regado, e nunca mais desfalecerão

sábado, 27 de maio de 2017

Cristo vive em mim - Gl 2.20



Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé no filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim
Vou começar a falar sobre essa passagem, com uma pergunta:

O que é deixar Cristo viver em nós?

Amados, esse texto além de ter grande beleza é muito significativo e de uma reflexão profunda. Ele enfatiza que devemos ser santificados com Cristo. Isto é, já não somos nos que vivemos, mas que Cristo é que vive em nós, notem quão profundo são essas afirmações. Estão dizendo que a nossa vida corporal deve ser vivida pela fé em Jesus que nos amou de tal maneira, que se entregou por nós na cruz no Calvário, morreu a nossa morte, para que vivêssemos a sua vida.

O significado de tudo isso é que quando recebemos Jesus, em nossa vida, tudo o que Ele conquistou naquela cruz está vivo e ativo em nós, porque estamos Nele e Ele em nós.

A Sua morte se tornou também em uma grande conquista nossa, porque Jesus com essa vitória nos libertou literalmente do pecado e, como Cristo habita em cada um de nós, Ele nos dá o poder de nos libertarmos da condenação do pecado.

Amados, como em Rm 6.23 está escrito que o salário do pecado é a morte, em JO 3.15-16 também diz: Para que todo o que Nele crê não pereça, mas tenham a vida eterna.

Pensem, nisso.

Grande abraço a todos.

(das)

sexta-feira, 26 de maio de 2017

O que pode determinar o limite de Deus? - Ez 16.9-17


Então te lavei com água, alimpei-te do teu sangue e te ungi com óleo. Também te vesti de bordados, e te calcei com pele de dugongo, cingi-te de linho fino, e te cobri de seda. Também te ornei de enfeites, e te pus braceletes nas mãos e um colar ao pescoço. E te pus um pendente no nariz, e arrecadas nas orelhas, e uma linda coroa na cabeça. Assim foste ornada de ouro e prata, e o teu vestido foi de linho fino, de seda e de bordados; de flor de farinha te nutriste, e de mel e azeite; e chegaste a ser formosa em extremo, e subiste até a realeza. Correu a tua fama entre as nações, por causa da tua formosura, pois era perfeita, graças ao esplendor que eu tinha posto sobre ti, diz o Senhor Deus. Mas confiaste na tua formosura, e te corrompeste por causa da tua fama; e derramavas as tuas prostituições sobre todo o que passava, para seres dele. E tomaste dos teus vestidos e fizeste lugares altos adornados de diversas cores, e te prostituíste sobre eles, como nunca sucedera, nem sucederá. Também tomaste as tuas belas jóias feitas do meu ouro e da minha prata que eu te havia dado, e te fizeste imagens de homens, e te prostituíste com elas
Amados, vou falar aqui de algo que todos nós deveríamos nos preocupar e muito, pois são totalmente abomináveis aos olhos de Deus.

No texto o Senhor está repreendendo a Jerusalém, face aos seus pecados, prostituições, luxúria, desobediência e afastamento dos direcionamentos de Deus.

Amados, aqui vai um grande alerta que faço a todos. Vocês sabem quais os motivos que levam uma cidade a ficar tão baixa que Deus pode destrui-la? Vou destacar seis a seguir:
  1. Quando o bem não pode superar o mal.

  2. Quando as crianças se tornam tão perversas quanto os adultos.

  3. Quando se perde totalmente a referência à Deus.

  4. Quando as pessoas perdem o pudor, a vergonha por inteiro e a decência humana.

  5. Quando a violência e a sexualidade andam juntas.

  6. Quando o prazer, o poder, os bens materiais são mais valiosos do que vidas humanas.

Prestem bem atenção no que vou relatar agora:

Quando nós formos obrigados a fazer coisas erradas para evitar outras maiores, devemos fugir imediatamente dali, porque isto com certeza nos levará a destruição. Vou dar aqui alguns exemplos bíblicos típicos:
  • Quando Ló precisou oferecer suas duas filhas virgens para serem estupradas para que isso não acontecesse com os Anjos do Senhor (Gn 19.5-8), Sodoma e Gomorra foi destruída por Deus.

  • Davi teve que planejar a morte de seu melhor e fiel soldado (Urias) para esconder seu adultério com Bete Seba. (2Sm 11.14-l5)

  • Herodes teve que mandar matar João Batista para manter sua palavra de rei.

Amados, muito cuidado, se precisarmos mentir para evitar um mal maior, é hora de mudar de vida e de atitude.

Pensem nisso.

Grande abraço a todos.

(das)

quinta-feira, 25 de maio de 2017

A cura - Mt 7.7


Pedro e João subiam ao templo à hora da oração, a nona. E, era carregado um homem, coxo de nascença, o qual todos os dias punham à porta do templo, chamada Formosa, para pedir esmolas aos que entravam. Ora, vendo ele a Pedro e João, que iam entrando no templo, pediu que lhe dessem uma esmola. E Pedro, com João, fitando os olhos nele, disse: Olha para nós. E ele os olhava atentamente, esperando receber deles alguma coisa. Disse-lhe Pedro: Não tenho prata nem ouro, mas o que tenho, isso te dou; em nome de Jesus Cristo, o nazareno, anda. Nisso, tomando-o pela mão direita, o levantou; imediatamente os seus pés e artelhos se firmaram" (Atos 3.1-7)
Amados, o que vou dizer aqui é o que realmente acontece em nossos pedidos. Na grande maioria das vezes pedimos bens de consumo, pelo menos é o que acontece comigo. Isso ocorre porque esquecemos que Deus tem muito, mas muito mais coisas a nos oferecer, além de bens materiais.

Amados, devemos atentar para o fato de que somos filhos e o Pai esta sempre pronto para dar coisas grandiosas a seus filhos, o que não devemos é ter medo de pedir, pois a própria palavra de Jesus em Mt 7.7 diz: pedí e dar-se vos-á.

A cura desse paralítico na porta Formosa é um grande exemplo do que pode estar acontecendo conosco, as vezes ficamos com as mãos estendidas à Deus pedindo migalhas, sendo Ele o dono de todo o ouro e toda prata.

O paralítico pediu uma moeda a Pedro e João e recebeu um grande milagre: a cura de sua paralisia, muito mais importante do que uma simples moeda.

Amados, façam pedidos de coisas grandiosas, como graças, bênçãos, milagres poderosos de coisas eternas que Ele esta sempre pronto a nos oferecer.

A realidade do texto, é que Pedro e João estavam dispostos a dar coisa muito maior aquele mendigo do que aquilo que pedia e o fizeram usando o poderoso nome de Jesus.

Irmãos, Jesus é grandioso e pode nos dar muito mais do que pensamos ou imaginamos.

Pensem nisso.

Grande abraço a todos.

(das)

terça-feira, 23 de maio de 2017

Os primeiros chamados do Mestre - Mt 4.19-22


Disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens. Eles, pois, deixando imediatamente as redes, o seguiram. E, passando mais adiante, viu outros dois irmãos - Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João, no barco com seu pai Zebedeu, consertando as redes; e os chamou. Estes, deixando imediatamente o barco e seu pai, seguiram-no

Por que Jesus escolheu esses homens, simples pescadores?

Foi justamente por isso, amados. Já eram pescadores experientes, exatamente os profissionais que Ele precisava. Não havia necessidade de outros conhecimentos, pois para pescar homens como Jesus afirmou só utilizariam suas bocas e suas vozes e para isso teriam simplesmente que abandonar os antigos apetrechos de pesca nas águas: redes, arrastões, anzóis; e então, acompanhar o grande Mestre para o aprendizado.

O que quero destacar, amados, é que enquanto Jesus estava com eles ficaram afastados da antiga pescaria, mas foi só o Mestre afastar-se por alguns dias, eles esqueceram que Jesus já os tinha separado para outro tipo de pesca e voltaram ao modo anterior.

É justamente o que fazemos hoje, por qualquer motivo esquecemos os ensinamentos e voltamos as coisas antigas, não levando em conta que prometemos abandona-las definitivamente.

Por isso, amados, não é porque Jesus não responde nossas orações na hora que queremos que isso significa que Ele nos abandonou. Mesmo porque, Ele nos prometeu que estaria conosco todos os dias até a consumação dos séculos (Mt 28.20).

Pensem nisso.

Grande abraço a todos.

(das)

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Nova criatura em Cristo - Ef 2.4-6



Mas Deus, sendo rico em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, estando nós ainda mortos em nossos delitos, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), e nos ressuscitou juntamente com ele, e com ele nos fez sentar nas regiões celestes em Cristo Jesus
Amados, quero falar sobre essa passagem que trata da grandeza da misericórdia de Deus para conosco, pois a ressurreição de Cristo nos proporcionou o poder de ressuscitarmos com Ele e nos tornarmos uma nova criatura.

Embora estivéssemos mortos, face às ofensas e o pecado, juntamente com Jesus, fomos vivificados pela graça de Deus.

Amados, o que é ser nova criatura? Sabem o que isso quer dizer?

Ser nova criatura em Cristo

é, abandonar o velho homem, e tornar-se compassivo, amável, sem rancor e revestindo-se do amor da bondade e lealdade, deixando de lado as indiferenças e intrigas.

O significado disso aí é que devemos mudar nossa maneira de pensar, de agir, de tratar, tanto aos nossos filhos, quanto nossas esposas companheiras. Devemos analisar se temos sido pais presentes e que valores temos passado a eles. Qual o comportamento que temos adotado perante nossos entes queridos? Lembrem-se que agora somos em Cristo Jesus uma nova criatura e todo amor e carinho deve ser empenhado em todos os nossos relacionamentos e comportamentos, só assim poderemos dizer que nascemos de novo e somos uma nova criatura.

Pensem nisso.

Grande abraço a todos.

(das)

...todo amor e carinho deve ser empenhado em todos os nossos relacionamentos e comportamentos...

sábado, 20 de maio de 2017

Jesus promete voltar - João 14.1-3


Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito; vou preparar-vos lugar. E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos tomarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também
Quero falar aqui dessa passagem, na qual Jesus enfatiza sobre sua volta. Notem que Ele diz que não devemos inquietar nosso coração. Isso nos libera de precisarmos saber sobre todas as coisas e de fazer mais do que nossa capacidade humana permite. O que devemos é ter calma e confiar em Deus e também em Jesus.

A Visão aqui, é que não precisamos saber todos os capítulos e versículos bíblicos para herdamos o Reino do Céu, o que realmente precisamos é confiar, pois na casa do Pai há muitas moradas as quais hoje já estão preparadas para os que confiarem e acreditarem na sua volta, pois essa é a promessa por Ele empenhada e que jamais será quebrada.

Vejam que Jesus afirma que virá e nos levará para Ele, e onde estiver, nós também estaremos. Essa é uma afirmação maravilhosa amados, só há um detalhe que precisamos observar, esse privilégio é para aqueles que souberem cultivar sua fé.

Amados, essa fé não esta em acreditar que coisas impossíveis aconteçam, mas sim, acreditar mesmo que o possível não aconteça. Portanto, devemos continuar acreditando que Jesus vai voltar e operar em nossa vida e também na de nossa família.

Pensem nisso amados.

Grande abraço a todos.

(das)

terça-feira, 16 de maio de 2017

Nicodemos encontra Jesus - Jo 3.1-6



Ora, havia entre os fariseus um homem chamado Nicodemos, um dos principais dos judeus. Este foi ter com Jesus, de noite, e disse-lhe: Rabi, sabemos que és Mestre, vindo de Deus; pois ninguém pode fazer estes sinais que tu fazes, se Deus não estiver com ele. Respondeu-lhe Jesus: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Perguntou-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Porventura pode tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? Jesus respondeu: Em verdade, em verdade te digo que se alguém não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito (Jo 3.1-6 )
Esta passagem é bastante conhecida no meio evangélico, face à ignorância de um homem, que embora fosse sábio, e príncipe em Israel, nada entendia das coisas de Deus. Vou fazer uma pergunta a cada um de vós: Quem é você? É rico e forte, é letrado, têm doutorado, será que isso representa alguma coisa? Nicodemos era rico, sábio da época, mas teve a humildade de procurar Jesus, mesmo que o tenhas feito a noite para não ser notado, mas o que importa não é a hora mas a atitude. Isso nos ensina que o importante é a aproximação de Jesus, a maneira com que o faremos não têm nenhuma importância. Nicodemos ficou sem entender, quando Jesus lhe disse que tinha de nascer de novo. Sabem por que, amados? Ele só tinha aprendido a ver as coisas carnais, naquela épica não se falava nas espirituais, por isso ele disse a Jesus, se para nascer de novo deveria entrar novamente no ventre de sua mãe. Então Jesus o repreendeu dizendo: "Não Nicodemos você não entendeu nada, Eu estou falando do nascer do Espírito, das coisas de Deus. Se nascer de sua mãe de novo, continuará sendo carne, não é dessas coisas que falo".

Amados, essa passagem nos da um grande exemplo para os dias atuais, precisamos nascer do espírito para podermos entrar na Sala do Trono do Pai, onde não precisamos pagar nenhum pedágio, pois Jesus já pagou por nós, hoje somos livres para entrar a qualquer hora, Jesus nos deu esse direito só depende de nossa própria vontade.

Pensem nisso.

Grande abraço a todos.

(das)

domingo, 30 de abril de 2017

As três parábolas (1) Lc 15.4-6

Qual de vós é o homem que, possuindo cem ovelhas, e perdendo uma delas, não deixa as noventa e nove no deserto, e não vai após a perdida até que a encontre? E achando-a, põe-na sobre os ombros, cheio de júbilo; e chegando a casa, reúne os amigos e vizinhos e lhes diz: Alegrai-vos comigo, porque achei a minha ovelha que se havia perdido
Jesus está em uma festa, junto com um grupinho de pessoas e alguém faz uma crítica, um comentário dizendo: Ele recebe pecadores e come com eles, Jesus não retruca e conta 3 parábolas.

Vou falar aqui dessas 3 parábolas que Jesus conta com o mesmo tema, porque o que foi perdido foi achado.

Para que não fique muito longa para o momento vou passar em 4 partes (4 dias), amados vale apena lê-las até ao fim!
  • 1°) Parábola das 100 ovelhas
    • Perdeu-se 1 - são 1%.
  • 2°) Parábola das 10 moedas
    • Perdeu-se 1 - são 10%.
  • 3°) Parábola do filho paródico
    • Eram 2 perdeu - 1 - são 50%.
Na primeira perdeu-se um animal irracional.

Na segunda perdeu-se um objeto inanimado.

Na terceira perdeu-se um ser humano.

O animal perdido na 1° era irracional se perde sem saber que está perdido.

A moeda perdida na 2° era um objeto inanimado, não anda sozinho, não têm vida própria, perdeu-se por um descuido qualquer da mulher.

Na terceira o filho saiu da casa do pai voluntariamente, consciente do que estava fazendo.

Nos três casos houve "grande alegria" quando foram encontrados o que haviam perdidos.

Na primeira parábola, por que o homem chamava a ovelha de minha ovelha? Ele olhava para as ovelhas no curral e todas eram ovelhas indistintamente, mas ele tinha aquela ovelha como a minha ovelha, algo mais especial. Ela é a minha ovelha e se ela se perder eu vou procura-la, e fazer de tudo para encontra-la, porque é a minha ovelha.

(das)

sábado, 22 de abril de 2017

As murmurações de Israel - Ex 16.11-15


Então o Senhor falou a Moisés, dizendo: Tenho ouvido as murmurações dos filhos de Israel; dize-lhes: à tardinha comereis carne, e pela manhã vos fartareis de pão; e sabereis que eu sou o Senhor vosso Deus. E aconteceu que à tarde subiram codornizes, e cobriram o arraial; e pela manhã havia uma camada de orvalho ao redor do arraial. Quando desapareceu a camada de orvalho, eis que sobre a superfície do deserto estava uma coisa miúda, semelhante a escamas, coisa miúda como a geada sobre a terra. E, vendo-a os filhos de Israel, disseram uns aos outros: Que é isto? porque não sabiam o que era. Então lhes disse Moisés: Este é o pão que o Senhor vos deu para comerEx 16.11-15

Amados, vou comentar sobre este texto, objetivando mostrar o porquê da peregrinação do povo judeu por 40 anos pelo deserto, quando da sua saída do Egito.

Os amados sabem qual foi o propósito de Deus para que isso ocorresse, uma vez que: se montassem em camelos levariam aproximadamente 45 dias; se utilizassem cavalos seria 25 dias; e na jornada a pé, como foi o caso deles, levariam de 90 a 120 dias, por haver crianças? Mas, no entanto levaram 40 anos para chegarem à terra prometida.

Amados, notem como Deus age sempre com extrema sabedoria. Esse povo viveu no Egito por aproximadamente 460 anos como escravos, onde imperava uma grande idolatria, se eles chegassem na terra prometida em pouco tempo ficariam totalmente perdidos, sem saber o que fazer e agir e com certeza voltariam a criar e adorar outros deuses, pois não tinham base ou convicção sobre o Deus verdadeiro. Por isso o Senhor os fez perambular pelo deserto, fazendo sinais maravilhosos, como a abertura das águas do Mar Vermelho, do Rio Jordão, fornecendo vestuários, calçados, comida (Maná) e água em pleno deserto, onde nada produz. Só assim poderiam adquirir confiança e o fortalecimento na fé no Senhor e entender que eles dependiam totalmente Dele. Mesmo assim, apesar de fantásticas demonstrações de amor, de poder e grandeza de Deus para com eles haviam muitas murmuraçoes.

Amados, Jesus quer nos dar o melhor, mas para isso temos que fazer a nossa parte. Muitas vezes Ele nos coloca no deserto por algum tempo, não de areias, mas de dificuldades, dores, incertezas para que aprendamos a confiar Nele.

Pensem nisso, amados.

Grande abraço a todos.

(das)

domingo, 26 de março de 2017

Excesso de confiança - Jr 17.5


Assim diz o Senhor: Maldito o varão que confia no homem, e faz da carne o seu braço, e aparta o seu coração do Senhor!
Amados, vou contar aqui a história de uma águia que face a sua exuberância e capacidade de voar sem descansar, comete um erro fatal.

Certa águia voava tranquila por uma grande planície, sem atentar que estava muito baixa, então ela ouve um zumbido bem a seu lado, percebeu que era uma flexa, ela então notou seu erro, porque na altura que estava era perigoso, daí subiu mais um pouco e ouviu outro zumbido, que passou raspando sua asa direita e viu que era outra flexa, ela então subiu mais um pouco e ficou tranquila, porque achou que naquela altura jamais seria atingida. Então voava, voava e voava e como ela não precisa pousar para descansar, pois descansa em pleno vôo, nesse bailar tranquilo e confiante, não percebeu que havia baixado um pouco de altitude.

E um índio exímio caçador, andava pela planície e observou que aquela águia poderia ser alcançada pela sua flexa. Ele então, espera a sua aproximação e manobra seu arco com eficiência e a flexa foi certeira.

A águia ouviu aquele zumbido, e apesar de sua agilidade não teve tempo de se desviar e só percebeu que algo cortou sua carne e notou que um líquido vermelho começou a banhar suas penas, tentou manter o vôo mas não foi possível, por mais que tentasse não conseguiu equilibrar suas asas, e como parafuso foi até ao chão.

O índio muito feliz, aproximou para apanhá-la, ela então olhou para a outra extremidade da flexa e viu que tinha nela 2 penas de águia, então diz para si mesma:

- Que ironia, nós mesmas oferecemos os recursos para nos levar a morte!


O que eu quero passar aos amados aqui, é que isso se tornou a realidade para a humanidade, pois fazem coisas que levam a própria morte.

Praticam o pecado que os leva a morte.

Praticam a prostituição se sujeitando a terríveis doenças que também levam à morte, usam drogas que destroem tanto a eles, como toda família, utilizam da violência destruindo tanto a si mesmos quanto ao próximo a quem deveriam amar como a eles mesmos.

Amados, precisamos ter plena confiança em Deus e jamais confiamos em nós mesmos é o que está dizendo o texto em referência.

Pensem nisso.

Grande abraço a todos.

(das)

"Que ironia, nós mesmos oferecemos os recursos para nos levar a morte!"

sexta-feira, 24 de março de 2017

Por que Deus nos compara a águia? - Is 40.31


mas os que esperam no Senhor renovarão as suas forças; subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; andarão, e não se fatigarão
Amados, neste texto Deus nos está comparando com a águia. Qual será a razão dessa comparação? Uma ave apesar de grande, aparentemente nada tem a ver com o homem. Mas o Senhor em sua infinita sabedoria jamais faria uma comparação sem sentido, não é mesmo?

Amados, essa comparação nos traz grandes revelações. Observem: se querem saber a águia é uma ave diferente das demais, ela tem uma estrutura óssea especial e isso lhe permite descansar em pleno vôo, não precisando pousar para o descanso; tem a maior capacidade de sobrevivência, pode viver até 70 anos, ela é inteligente e astuta e muito precisa no seu ataque; também tem a capacidade de renovação. Após os 40 anos de vida, ela se renova por um processo muito doloroso e demorado, mas ela tem determinação e vai a luta e consegue seus objetivos que é viver mais 30 longos anos.

Ela não foge das tormentas, aliás, ela as enfrenta sem medo e pode até perder algumas penas, mas não foge e nem se esconde, vai a luta e as vence porque sabe que acima dela brilha o sol.

Amados, por essas maravilhosas e ousadas atitudes é que Deus faz essa sábia comparação. Com aqueles que confiam Nele, pois todas essas resoluções devem fazer parte de nossa vida: a ousadia, a determinação, a coragem, a força, a resignação e principalmente a nossa capacidade de nascer de novo nos renovando em Cristo Jesus.

Exatamente por isso é que o Senhor nos compara com essa maravilhosa ave.

Naquela época a águia era símbolo de NOBREZA, de CORAGEM, e de GRANDEZA.

Pensem nisso, amados.

Grande abraço a todos.

(das)

quinta-feira, 23 de março de 2017

Que lado você escolhe - Lc 23.19-23



Ora, havia um homem rico que se vestia de púrpura e de linho finíssimo, e todos os dias se regalava esplendidamente. Ao seu portão fora deitado um mendigo, chamado Lázaro, todo coberto de úlceras; o qual desejava alimentar-se com as migalhas que caíam da mesa do rico; e os próprios cães vinham lamber-lhe as úlceras. Veio a morrer o mendigo, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; morreu também o rico, e foi sepultado. No hades, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe a Abraão, e a Lázaro no seu seio. E, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e envia-me Lázaro, para que molhe na água a ponta do dedo e me refresque a língua, porque estou atormentado nesta chamaLc 16.19-23

Nesta oportunidade vou discorrer sobre este fantástico texto sagrado visando mostrar a outra face que ele apresenta, e precisamos atentar para isso.

Estou dizendo isto, porque já escrevi sobre ele recentemente, mas falando sobre o abismo criado entre o "Rico e o Lázaro".

Agora quero chamar a atenção de cada um, focalizando o outro ponto sumariamente importante a todos nós, pois trata-se do lado que desejamos estar.

Então podem responder: Eu quero ficar do lado do "rico" aqui na terra e do lado do "Lázaro" no paraíso.

É amados, isso realmente seria maravilhoso se fosse possível. Mas a realidade é outra, essa possibilidade não existe e assim sendo, nós devemos decidir enquanto estivermos aqui, depois será tarde demais.

Quero fazer um alerta a todos, pensem em um pequeno e simples detalhe, mas muito importante, a vida terrena é passageira é muito rápida, passamos aqui no máximo 90 anos, o que isso representa comparado com a eternidade. O paraíso é para sempre, não têm fim.

Amados, à decisão é exclusivamente minha, sua e de cada um de nós.

Pensem nisso, e façam a melhor escolha enquanto podem.

Grande abraço a todos.

(das)

sábado, 4 de março de 2017

A malícia dos ímpios - Sl 36.1-4


A transgressão fala ao ímpio no íntimo do seu coração; não há temor de Deus perante os seus olhos. Porque em seus próprios olhos se lisonjeia, cuidando que a sua iniqüidade não será descoberta e detestada. As palavras da sua boca são malícia e engano; deixou de ser prudente e de fazer o bem. Maquina o mal na sua cama; põe-se em caminho que não é bom; não odeia o mal
Amados, faço aqui um alerta importante, porque nem tudo que aparenta ser maravilhoso corresponde a verdade. Por isso amados, muito cuidado, observe bem o que afirma o texto ➡ Que não há neles temor a Deus, olham com iniquidade, de sua boca sai malícia e maquinam o mal.

Diante disso vou falar a respeito de algumas instituições que se dizem igrejas.

Hoje existem algumas delas que vendem prosperidade em até 24 prestações sem juros, parece brincadeira, mas é a pura verdade. O cidadão vai para a igreja e diz abertamente para todos: "Perdi tudo o que tinha estou totalmente falido e endividado!" E apartir daí ele começa a contribuir com a instituição e em alguns meses surge um grande milagre como se fosse uma varinha mágica e ele já pagou todas as suas dívidas e já possuí 10 padarias, 3 carros importados novos, casa na praia e mora em uma linda mansão.

Amados, abra os olhos isso não existe. Deus pode fazer isso? Logicamente que sim, Ele pode todas as coisas, mas jamais fará coisas simplesmente para satisfazer um capricho do homem ou de qualquer denominação religiosa. Tenham muito cuidado, Deus não faz barganha com ninguém, nem tão pouco fará coisas que não estão dentro de seus propósitos e vontade.

Amados, não caiam nessas armadilhas que muitas instituições religiosas que se intitulam igreja, estão pregando e "testemunhando".

Lembrem-se, Deus tem todo Poder e infinitas provisões, mas não se rende a nenhuma vontade, desejo ou capricho humano.

Pensem nisso.

Grande abraços a todos.

(das)

Características da verdadeira ovelha - Lc 15.3-7

Ainda dando continuidade em (o valor do aprisco), nesta mensagem quero passar aos amados as principais características de uma verdadeira ove...